A necessidade da pausa

Tirei férias no final de 2019 e porque tínhamos uma viagem marcada, antes disso, desde que comecei a Bem Mimosa, meus descansos eram em feriados, finais de semana e no máximo aquelas semanas de Natal e Ano Novo. E ainda assim, sempre disponível para finalizar pedidos e realizar entregas.

E antes disso já autônoma, acho que tirei férias para a minha lua de mel só.

Tirar férias por conta envolve muitos fatores além do financeiro. Existe uma culpa, que mesmo eu sendo completamente contra a famosa frase de coach "trabalhe enquanto eles dormem" porque eu gosto de dormir, de comer bem, de descansar, de ter meu lazer, mas a frase martela. Ainda mais que minha exposição é 100% online. Um dia sumida do feed ou do stories é perder uma parcela de vitrine, é perder um ínfimo espaço que conquistei. E então tantas outras cargas de tempo improdutiva, e se alguém me procurar, e se alguém tiver urgência para um presente, e se tiver uma oportunidade imperdível, e se eu perder cliente porque vou demorar uns dias para enviar o pedido. E se, e se, e se.

A gente sente culpa por querer descansar. A gente sente culpa por não aparecer nas redes sociais. A gente sente culpa por algo tão básico e necessário.

E a verdade é que minha cabeça está travando. Estou insatisfeita com meu trabalho, com minhas ideias. Quero mais, mas não sei o que é esse mais. E eu sei que para esse mais aparecer, se desenvolver no meu processo criativo, eu preciso parar. Deixar o trabalho desligado um pouco, me desconectar dele e de suas obrigações. Cuidar de mim, cuidar da minha casa. Ler outras coisas, estudar coisas novas, fazer nada, dormir sem culpa pra acordar a hora que quiser. Renovar.

Mas não vou bordar nas férias? É claro que vou. Eu sempre falo que amo trabalhar em projetos pessoais sempre. É quando bordo livre, sem marcar o tempo no relógio, brinco com pontos novos, estudo os pontos que já sei. E ainda tenho projeto de punch needle parado e outras ideias pra começar. Tenho alguns DIY que estou doida pra fazer. Mas não quero fazer lista, marcar compromisso. Quero fazer quando der na telha. Um dia de cada vez, uma tarefa aleatória de cada vez. Um dia fazer limpa em uma gaveta, no outro um desenho, no outro uma faxina no banheiro, no outro só ver filmes e séries.

Não acredito que a vida seja só trabalhar, ou então trabalhar até envelhecer e aí viver e fazer coisas que se tem vontade. Quero viver fazendo coisas que tenho vontade, quero trabalhar e ter os momentos de realizar sonhos pessoais, buscar novos sonhos, me aventurar.

E tudo isso para dizer que, estou entrando em férias hoje! Volto só dia 20. No final do mês conto como foi, que projetos pessoais fiz ou se eu não fiz absolutamente nada. Quando eu achar que fiz algo interessante e que eu queira compartilhar, eu apareço no stories. Ainda vou postar algumas fotos no feed pra não perder tanto em duas semaninhas. Nesse meio tempo, estarei vivendo e descansando. Até logo.